Notícias

05/04/2016

Entrevista com o presidente da GLP, Mauro Dias, sobre o empreendimento sustentável GLP Gravataí

Com pé-direito de 12 m e área total construída de 97 mil m², o GLP Gravataí, localizado na Região Metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, foi concebido pela Global Logistics Properties (GLP) como um projeto sustentável, antes mesmo do início de sua construção, recebendo a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), selo Prata, para os dois galpões entregues em maio de 2014, primeira fase de construção do parque logístico.


Garantindo maior eficiência operacional para os clientes, o empreendimento possui o padrão best in class, contando, atualmente, com uma área disponível para a locação de cerca de 18 mil m². Sua preocupação com a sustentabilidade gera uma economia real de recursos naturais, como água e energia, garantindo melhor
aproveitamento da iluminação natural e o reúso de água.

A GLP gerencia um portfólio de instalações logísticas com 42 milhões de metros quadrados, cujos empreendimentos estão localizados estrategicamente nos principais centros logísticos, zonas industriais e centros de distribuição urbanos. Em entrevista à MundoLogística, o presidente da GLP desde fevereiro de 2014, Mauro Dias, explica em detalhes os benefícios e a infraestrutura do GLP Gravataí.

Com mais de 30 anos de experiência e foco principalmente nos mercados de logística e transportes, Dias é formado em Engenharia Mecânica e Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo e possui MBA pela Anderson School, na University of California (UCLA), Los Angeles, Estados Unidos. 

MUNDOLOGÍSTICA: Quais os diferenciais do GLP Gravataí, que garantem economia de recursos naturais e sua sustentabilidade?

MAURO DIAS: O GLP Gravataí apresenta diferenciais, como melhor aproveitamento da iluminação natural, o que possibilita operar com as luzes desligadas durante o dia, com até 100% de redução do consumo de energia; a utilização de lâmpadas T5, permitindo até 33% de economia de energia; o reúso de água, gerando até 40% de
economia no consumo, e o uso de louças e metais eficientes, reduzindo em até 55% o consumo de água.

Quais as certificações que o empreendimento possui e o que conferem essas certificações?
O GLP Gravataí obteve a certificação LEED, categoria Prata, nos galpões 1 e 2, e estamos em processo de certificação do galpão 3. A Leadership in Energy and Environmental Design é concedida pela Organização Não Governamental (ONG) americana, U.S. Green Building Council, e é utilizada em 143 países. Entre os quesitos
avaliados para a obtenção do selo estão as estratégias para minimizar o impacto ambiental na construção, as inovações para o uso racional da água, além de esforços para a qualidade ambiental interna, com conforto térmico e priorização de espaços com vista externa e luz natural.

De que maneira o GLP Gravataí também apresenta economia de recursos financeiros?
Os diferenciais de construção do empreendimento permitem economia no consumo de energia e água, além de outros recursos, o que serve como mais um atrativo para os clientes que se instalam no condomínio.

O empreendimento atende ao padrão best in class. O que garante esse padrão?
O foco da GLP é desenvolver condomínios logísticos para atender às necessidades gerais de clientes, em diversos setores, com padrão A (best in class), ou seja, infraestrutura completa e gerenciamento de qualidade. Os parques logísticos GLP, além de possuírem alto padrão construtivo e baixo custo operacional, são compostos por módulos de tamanhos flexíveis, que permitem atender às diversas especificações de armazenagem e distribuição, garantindo também possibilidade de expansão. As áreas operacionais dos parques são pensadas de forma a proporcionar, além de funcionalidade, boa qualidade de vida aos usuários. Fazem parte dos nossos projetos sala de descanso para motoristas, com copa e vestiário, ampla área de manobra para carretas e caminhões, e estacionamento interno e externo para carros, caminhões, carretas e ônibus, sala multiuso (agenciamento de carga, entre outros), restaurante e cozinha industrial, ambulatório, sala de gerência e administração do condomínio, coleta seletiva de lixo, rede de telefonia, sistema para reúso de água, caixa d’água central para o condomínio, serviço de jardinagem, limpeza e manutenção das áreas comuns, cabine primária e distribuição de energia, área de convivência para funcionários e gestão profissional do empreendimento.

Quais as características técnicas e de infraestrutura do empreendimento?
Entre as principais características do GLP Gravataí estão a locação flexível de área para a armazenagem, com a possibilidade de locação de módulos, e docas com niveladoras eletro-hidráulicas já instaladas e portas seccionadas industriais, com possibilidade de acionamento eletromecânico e painel de controle. Com pé-direito livre de 12 m, mezaninos construídos sob medida e piso de concreto nivelado a laser, com resistência de 6 t/m², o empreendimento oferece espaço para todos os tipos de clientes em potencial. Além disso, a estrutura conta com cobertura em estrutura metálica, telha zipada, isolamento termoacústico, iluminação zenital e renovadores de ar natural.

Qual a área atualmente disponível para a locação?
O parque logístico possui três galpões construídos, com o total de 51 mil m², sendo que dois estão 100% locados e um de, aproximadamente, 18 mil m² disponível para a locação.

Quando o GLP Gravataí será concluído e qual a área que terá?
O GLP Gravataí terá um total de 97 mil m² quando concluído. Serão, ao todo, cinco galpões. Por se tratar de um condomínio construído em fases, a previsão é que ele esteja 100% construído em 2018.

Quais as expectativas com relação a esse empreendimento?
O GLP Gravataí está localizado em uma região estratégica e atende às necessidades de empresas dos mais variados setores. A expectativa é a melhor possível.

Fonte: Revista Mundo Logística Online

Voltar para histórico de notícias

FALE DIRETO COM A GENTE

Entre em contatoENTRE EM CONTATO

VIDEO CORPORATIVO

Assista no nosso canal do Youtube