Notícias

15/10/2015

GLP mantém planos, apesar da piora da economia

A Global Logistic Properties (GLP) – maior empresa de galpões do país – tem mantido os investimentos programados
para o ano fiscal de abril deste ano a março de 2016, de US$ 250 milhões, apesar da piora do cenário
macroeconômico, e a meta de construir 300 mil metros quadrados no período. A empresa adquiriu, em 2015, dois
terrenos no Estado de São Paulo – um em Cajamar, cujo projeto está em construção, e outro, há poucos dias, em
Jundiaí.
“A tomada de decisão [dos potenciais inquilinos] está mais lenta, mas temos expectativa de continuar locando áreas”,
afirma o presidente da GLP, Mauro Dias. A desenvolvedora de galpões acaba de fechar a locação total de 25 mil
metros quadrados para a varejista Lojas Lebes e para a atacadista distribuidora Rio Quality. A Lojas Lebes contratou
a locação de 20 mil metros quadrados em Gravataí (RS), e a Rio Quality, 5 mil metros quadrados no Rio de Janeiro.
A meta de entregas no ano fiscal da GLP, de 185 mil metros quadrados, abrange a primeira fase do condomínio de
Cajamar (SP), com conclusão prevista para o começo de 2016. No terreno recémadquirido em Jundiaí, a GLP vai
desenvolver empreendimento de 93 mil metros quadrados com padrão triple A, apostando na perspectiva de
valorização de longo prazo. O projeto de Jundiaí – o terceiro da GLP na cidade – começará a ser construído no
primeiro trimestre de 2016.
“O mercado tem um potencial muito grande para o desenvolvimento de galpões devido às novas necessidades e à
substituição de áreas”, diz o executivo. Incluindo esses dois contratos, a área de novas locações e expansões chega
a 256 mil metros quadrados em 2015 até o momento. O presidente da GLP ressalta que a locação de galpões
corresponde a 10% do custo logístico das empresas ocupantes.
Os preços de aluguel da GLP têm se mantido nominalmente, e a expectativa de Dias é de continuidade nos
principais mercados. A retomada do cenário de aumento dos valores locados depende de a economia voltar a
crescer, segundo o executivo.
A GLP busca viabilidade para novos projetos com recursos próprios, captados por meio de fundos, e sem a
contratação de dívidas. A empresa tornou-se a maior do segmento de galpões, do Brasil, em 2014, ao comprar o
portfólio do segmento da BR Properties. No país, a GLP está presente em dez Estados, com 3,5 milhões de metros
quadrados de área total – 2,5 milhões de metros quadrados concluídos e 1 milhão de metros quadrados em
desenvolvimento.
A GLP não descarta novas aquisições de ativos. “A grande dificuldade é achar um preço que faça sentido”, diz o
executivo. Na avaliação de Dias, a tendência é que o mercado de galpões se consolide, com os participantes de
maior porte detendo fatias mais expressivas.

Voltar para histórico de notícias

FALE DIRETO COM A GENTE

Entre em contatoENTRE EM CONTATO

VIDEO CORPORATIVO

Assista no nosso canal do Youtube