Notícias

04/03/2020

GLP vendeu ativos no valor de R$ 590 milhões desde dezembro

Segundo presidente, imóveis não se encaixavam na estratégia da empresa de galpões.

Global Logistic Properties (GLP) - maior empresa de galpões com atuação no Brasil - vendeu nove ativos, desde dezembro, pelo total de R$ 589,752 milhões. Eram empreendimentos dos portfólios comprados, respectivamente, da Prosperitas, atual Hemisfério Sul Investimentos (HSI), em novembro de 2012, e da BR Properties, em março de 2014.

“Os portfólios tinham diversos ativos, e alguns não se encaixavam na nossa estratégia”, diz o presidente da GLP, Mauro Dias. É o caso, segundo ele, de empreendimentos modulares. “Nosso foco está mais em big boxes [grandes áreas para uso em escala, por exemplo, por empresas varejistas]”, afirma.

Também são considerados ativos não estratégicos aqueles localizados em mercados que não são foco da GLP. “Temos encontrado algumas oportunidades de vendas diretamente para fundos. Além disso, somos uma gestora de fundos e, em algum momento, precisamos reciclar nosso capital”, diz o presidente da GLP.

A operação mais recente foi a venda de quatro ativos para o fundo RBR Properties, da RBR Asset Management, por R$ 245,9 milhões. Segundo o sócio sênior responsável pela área de logística da RBR, Caio Castro, a aquisição marca o início dos investimentos da gestora em galpões.

“Estamos analisando outros ativos. Nossa expectativa é ter exposição em logística entre R$ 750 milhões e R$ 1 bilhão até o fim do ano”, conta Castro. Sem vacância, os quatro ativos têm como principais ocupantes IBM Brasil, FCA Fiat Chrysler, Trisoft e a divisão de veículos pesados da Volkswagen.

No dia 26 de dezembro, a GLP vendeu dois ativos para a VBI Real Estate - um em Itapevi (SP) e outro em Araucária (PR), pelo total de R$ 195,2 milhões.

Em 8 de janeiro, a gestora comercializou três empreendimentos para a Vinci Real Estate Gestora de Recursos e para a BRL Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários. Esses ativos se localizam, respectivamente, em Cariacica (ES), Eldorado do Sul (RS) e Cachoeirinha (RS) e foram vendidos pelo total de R$ 148,6 milhões.

Em dezembro, a GLP tinha 3,1 milhões de metros quadrados construídos de galpões.

Fonte: Valor Econômico 

Voltar para histórico de notícias

FALE DIRETO COM A GENTE

Entre em contatoENTRE EM CONTATO

VIDEO CORPORATIVO

Assista no nosso canal do Youtube