Notícias

29/10/2019

Qual o valor da tranquilidade operacional para o gestor de logística?

Uma combinação entre localização estratégica, melhor aproveitamento da área locada, infraestrutura completa, segurança robusta e qualidade técnica, aliada à otimização de custos, é o desafio inicial de um gestor responsável por contratar espaços para a armazenagem e distribuição de produtos.

Vencida essa etapa, o foco dos gestores passa a ser a operação em si, que demanda planejamento, tecnologias de suporte e total atenção no atendimento aos clientes finais, cada vez mais exigentes de qualidade dos serviços e, principalmente, dos prazos de entrega.

Nesse contexto, um gestor que decide alugar com a GLP tem mais do que as melhores opções em galpões logísticos com as características listadas acima: ele tem a TRANQUILIDADE OPERACIONAL GLP. Cunhamos esse termo para traduzir todos os serviços e atenção que um locatário GLP tem nos nossos condomínios logísticos que permitem, via de regra, foco integral no core business da empresa.

Para entender a dimensão e os benefícios da TRANQUILIDADE OPERACIONAL GLP, é importante detalhar a composição dos custos de uma operação logística. Segundo a Ilos, consultoria especializada no mercado logístico, os custos podem ser divididos em três pilares principais:

. 21% – Custo de estoque – que é basicamente custo da oportunidade do capital parado, que pode variar dependendo do modelo da operação.

. 24% – Armazenagem em si – em que metade é relacionada ao custo de ocupação (aluguel, condomínio e IPTU) e a outra metade se refere ao manuseio do estoque e o custo com pessoal.

. 55% – Transporte – tudo que se relaciona ao frete.

A partir desse entendimento, o ponto de inflexão aqui é sobre o custo condominial – relacionado ao custo de ocupação, que pode afetar positivamente ou negativamente uma operação logística. O que a TRANQUILIDADE OPERACIONAL GLP oferece é exatamente um impacto positivo em todos os itens relacionados a um condomínio de galpões logísticos, que se converte, em última análise, em diferencial competitivo para os nossos locatários, através da redução do custo de ocupação.

De forma resumida, o custo condominial engloba: administração predial, seguro patrimonial, contas de consumo, manutenção, brigada de incêndio, conservação e limpeza, paisagismo, manutenção dos sistemas, geradores, dedetização, coleta de lixo, gestão dos restaurantes, gestão do AVCB, além de todo o complexo sistema e procedimentos de segurança. Cada um desses itens se desdobra em inúmeros procedimentos e ações que a administração predial contratada pela GLP cuida proativamente, contando com gestores residentes, dedicados a cada parque logístico, e que tem ainda o suporte de toda uma equipe de gestão e um backoffice, tratando de todas as questões administrativas e financeiras.

A título de exemplo, apenas a manutenção e operação das áreas comuns de um parque logístico envolvem os sistemas de drenagem; sistema de cobertura (limpeza e manutenção); limpeza de boca de lobo, caixa d’água e calhas; jardinagem; manutenção dos taludes; cabine de entrada; transformadores; painéis elétricos; medição de consumo; iluminação; reservatório de água; bombas de pressurização; motobombas; sistema de CFTV; sistemas de acesso; alarme perimetral; dilaceradores de pneus; cancelas; catracas; torniquetes; portões elétricos, etc.

A administração predial se dedica, portanto, à gestão completa dos condomínios logísticos GLP, que, além da atenção e atendimento ao locatário, cuida da gestão dos fornecedores, documentação legal e regulamento interno, sem perder de vista a eficiência e a redução de custos. 

Então a resposta à pergunta inicial é muito mais do que uma cifra monetária, mas uma percepção de valor, muitas vezes intangível, da TRANQUILIDADE OPERACIONAL GLP, que permite aos nossos locatários foco na excelência no atendimento ao seu cliente final, análise de oportunidades de crescimento, melhor aproveitamento do capital e tantas outras decisões estratégicas que os negócios exigem, independentemente do tamanho da operação ou setor de atuação.

Com a TRANQUILIDADE OPERACIONAL GLP, um galpão Triple A em um dos nossos condomínios não é mais barreira de entrada para nenhuma operação logística. A GLP tem se dedicado a ser uma verdadeira parceira e provedora de soluções que ajudem nossos clientes a crescer cada vez mais. 

*Rômulo Otoni é diretor de Property Management da GLP Brasil

Publicado originalmente na Revista Mundo Logística.

Voltar para histórico de notícias

FALE DIRETO COM A GENTE

Entre em contatoENTRE EM CONTATO

VIDEO CORPORATIVO

Assista no nosso canal do Youtube